Sabedoria 3

Reconheça a Deus como substância, lei, causa, e atividade de tudo que existe, e imediatamente abstenha-se de interferir fisicamente ou mentalmente fora de você. Volte-se para dentro, e resolva aí todas as aparências. (Joel S. Goldsmith)

banner Sabedoria 3

Anúncios

Ideia espiritual e conceito

O que é percebido no mundo externo através dos cinco sentidos são aparências, conceitos acolhidos mentalmente. Não é a realidade definitiva.

Para exemplificar podemos citar a miragem de água no deserto que parece muito real mas não passa de uma aparência. Há um falso conceito de que o que aparece como água na miragem é realmente água mas não é.

imagem deserto miragem

A realidade está no que é chamado de ideia espiritual.

Uma ideia espiritual é perfeita e eterna nos céus. Uma ideia espiritual nunca muda, nunca carece, nunca tem um senso de separação de Deus, nunca envelhece, e nunca morre. Nunca pode ser vista com os olhos, nunca. (GOLDSMITH, Joel Solomon. Awakening Mystical Consciousness, p. 74)

Quando vemos o homem através da visão material não estamos vendo a ideia espiritual e sim o conceito daquela ideia, uma aparência.

Você nunca verá o homem perfeito ou espiritual através do sentido material, então não tente. Conforme você aprende a desviar do sentido material, sua visão espiritual amplia e através desse sentido espiritual você contempla realidade. (GOLDSMITH, Joel Solomon. The Early Years, p. 119)

Nossa tarefa é alinhar conceitos com ideias espirituais que são imutáveis. Isso pode influenciar o que chamamos de mundo externo.

Tentar mudar o que há fora de nós sem corrigir os falsos conceitos é como querer contornar a água da miragem no deserto acreditando que ela seja real. Nunca devemos tentar corrigir o que há fora de nós sem antes fazer a correção interior.

O primeiro conceito a corrigir é aquele que temos sobre Deus e sobre o homem. Compreender o que constitui a real identidade é considerado o princípio mais importante do Caminho Infinito.

Assim nunca deixamos as aparências terem domínio sobre nós mas ao contrário, aprendemos a ter domínio sobre os conceitos que acolhemos.

Livro Living The Infinite Way

imagem livro Living The Infinite Way
Living the Infinite Way – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books

Living the Infinite Way (Vivendo o Caminho Infinito) é um dos quatro livros fundamentais dos ensinamentos do The Infinite Way. Joel Goldsmith recomenda que novos estudantes comecem com esse livro, junto com Practicing the Presence (Praticando a Presença). Em Living the Infinite Way, Goldsmith desperta o leitor para possibilidade de que a presença de Deus esteja dentro de todo indivíduo, e que este pode viver por esta Presença e desfrutar de uma vida mais harmoniosa, afetiva e abundante.

O livro foca em grande parte na natureza de Deus, como diz Goldsmith, “Os escritos do The Infinite Way contém centenas de verdades, mas na realidade há apenas uma verdade que devemos saber. Essa verdade é a natureza de Deus. Leve esse pensamento em meditação: O que é Deus? Qual a natureza de Deus? Qual a característica de Deus? Quais as qualidades de Deus? Qual o verdadeiro Deus – não o Deus que aprendemos a louvar quando crianças, ou que louvamos sem conhecer? Tente esvaziar os já cheios vasos, porque eles não podem ser enchidos com o vinho novo. Mesmo se você tem setenta anos, esvazie seus mal-entendidos e esteja disposto a começar tudo do início com o reconhecimento de que não conhece Deus ou estaria manifestando mais da graça de Deus. Esqueça tudo que já pensou ou foi ensinado sobre Deus e comece de novo com essa pergunta, ‘O que é Deus?'”

Goldsmith responde essas questões sobre a natureza de Deus com “a letra da verdade”, explicando que quando alguém não conhece a letra da verdade correta, é difícil adquirir a consciência que leva à vivência de Deus. Mas, ele enfatiza, devemos fazer mais que saber a letra da verdade intelectualmente. Devemos conscientemente perceber essas verdades, e é a prática de meditação que nos elevará a essa percepção. Goldsmith prossegue dando ao leitor instrução básica em como meditar e adentrar o santuário secreto de quietude interior, onde nos tornamos cientes da presença de Deus. “Meditação”, ele diz, “é a forma pela a qual alcançamos o reino de Deus, e então a vida é vivida por Graça. O máximo da meditação é um estado de completo silêncio interior.”

Living The Infinite Way conduz pensativamente o leitor ao longo dos primeiros passos na mensagem do The Infinite Way, e ajuda o leitor a chegar na verdade que “Aquilo que estou buscando, eu já sou.”

Fonte (em inglês):
Living The Infinite Way – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books

Sabedoria 2

Nunca existe um conflito com pessoa ou condição, mas sim um falso conceito acolhido mentalmente acerca de pessoa, coisa, circunstância ou condição. Portanto, faça a correção dentro de você, ao invés de tentar mudar alguém ou algo externamente. (Joel S. Goldsmith)

banner Sabedoria 2

Sabedorias do The Infinite Way

Sobre  Wisdoms of The Infinite Way (Sabedorias do Caminho Infinito) Goldsmith diz:

“As Sabedorias do Caminho Infinito” contém um pouco desse novo vinho que ajudará a deixar de lado velhos conceitos. (GOLDSMITH, Joel Solomon. Man Was Not Born to Cry, p. 125)

Ele explica que cada uma dessas Sabedorias foi revelada a ele na maior parte das vezes no meio da noite levando-o a levantar para anotar cada uma delas.

São algumas páginas de Sabedorias que se revelaram durante dois anos para Joel. O estudo delas pode levar a uma nova esfera de consciência como aconteceu com alguns poucos estudantes selecionados que tiveram acesso aos textos antes de serem publicados.

As 132 “Sabedorias” foram adicionadas como um novo capítulo na edição de 1956 do livro The Infinite Way.

Livro The Infinite Way

imagem livro The Infinite Way
The Infinite Way – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books

Considerado agora um clássico espiritual, The Infinite Way (O Caminho Infinito) foi o primeiro livro de Joel Goldsmith. Depois de sua publicação, Joel disse que ele não era mais um homem com uma mensagem mas uma mensagem com um homem. Joel apresentou The Infinite Way dizendo “Nesse pequeno livro escrevi a verdade espiritual como a adquiri em trinta anos de estudo das maiores religiões e filosofias de todos os tempos… Tenha certeza que paz interior surge quando nos voltamos à consciência espiritual da vida, e uma calma exterior se segue nos assuntos humanos. O mundo exterior se adaptará à compreensão interior da Verdade. A autoridade de toda essa revelação será você enquanto experimenta essa mudança interna e externamente.”

The Infinite Way é repleto de ideias espirituais e princípios que são a fundação da mensagem do The Infinite Way. Goldsmith inspira e possivelmente surpreende o leitor com declarações como “Imortalidade é alcançada na proporção em que o senso pessoal é superado … e isto pode ser conseguido aqui e agora;” “Iluminação espiritual nos permite distinguir a realidade espiritual onde conceito humano aparenta estar;” e “Para muitos, a palavra Cristo permanece como termo mais ou menos misterioso, raramente ou nunca experimentado por eles. Devemos mudar isso se queremos nos beneficiar da revelação de uma Presença divina de Poder dentro de nós. Jesus disse aos seus discípulos que eles também são a Luz do mundo.” Nesse livro, Goldsmith dá ao leitor a riqueza dos princípios espirituais que constituem a mensagem do The Infinite Way.

Leitores acharão o capítulo “Soul” (Alma) o mais iluminado neste assunto na literatura espiritual, e os capítulos sobre meditação, oração, e suprimento darão ao leitor uma perspectiva moderna e nova nestes assuntos atemporais. Joel ele próprio disse que os capítulos “The New Horizon” (O Novo Horizonte) e “The New Jerusalem” (A Nova Jerusalém) são dois dos mais importantes capítulos nos escritos do The Infinite Way. A seção “Wisdoms of the Infinite Way” (As Sabedorias do Caminho Infinito) dão uma coleção de mais de 100 curtas declarações de sabedoria espiritual que se apresentaram para Joel Goldsmith em meditação. “Estude as Sabedorias seriamente”, disse Goldsmith. “Viva com elas dia após dia. Medite nelas e elas abrirão um caminho para você – o caminho da satisfação.”

Goldsmith escolheu colocar essa citação de Lao-Tze no início do livro: “Não há necessidade de correr para fora para enxergar melhor, nem espreitar de uma janela. Em vez disso habite no centro de seu ser; pois quanto mais você o deixa, menos você aprende.” Através das eras, essa mesma mensagem resistiu ao teste do tempo e continua a ressoar verdade hoje – busque a resposta do interior, e encontrará a Verdade. Essa é a mensagem do The Infinite Way, e ele ajudou milhões a olhar para dentro e encontrar “a paz que excede entendimento.”

Fonte (em inglês):
The Infinite Way – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books

Ser infinito

O primeiro e mais importante princípio do The Infinite Way (O Caminho Infinito) de Joel S. Goldsmith, no qual toda sua atividade foi estabelecida é que Deus constitui o ser individual, de cada um de nós.

Deus é a minha mente, vida, Alma, espírito, e Deus é minha capacidade. Tenho acesso à inteligência infinita, à vida infinita e eterna. Tenho acesso ao suprimento infinito, harmonia infinita, paz e perfeição – a tudo isso porque tenho acesso ao infinito. (GOLDSMITH, Joel Solomon. Man Was Not Born to Cry, p. 28)

O infinito pode ser manifestado em nossa experiência somente em proporção ao nosso conhecimento da verdade. Não é a verdade que liberta mas sim compreender a verdade. Nada menos que o infinito constitui a natureza, caráter, qualidade e quantidade de nosso ser.

É a convicção que Deus constitui nossa mente que torna acessível a infinita sabedoria divina.

Como humanos não podemos ser nem fazer nada por nós mesmos mas porque Deus constitui nosso verdadeiro ser, temos acesso ao infinito.

A compreensão desse princípio vem através da meditação e da graça divina.

Véu da ilusão

Joel S. Goldsmith ensina que o véu da ilusão não está na terra e não está nos olhos e sim na percepção.

Seu estado de consciência determina o que vê com os olhos pois esses funcionam de dentro da consciência. Assim, lidamos com a consciência e não com os olhos ou com o mundo que é visto.

Por isso somos lembrados continuamente de interiorizar, não lidar com o que aparenta ser externo a nós. Nada real está no exterior. Toda realidade está no interior, em sua própria consciência. Não há nada “lá fora”. Não há exterior. Tudo que aparenta ser externo não é Deus, é uma ilusão.

imagem véu da ilusão de Joel S. Goldsmith
Véu da ilusão de Joel S. Goldsmith

O Príncipe da Paz

O significado verdadeiro do Natal é que Deus plantou na consciência individual, a semente que evoluiria como seu Filho.

A missão do Filho de Deus é que nossas vidas sejam preenchidas, que possamos manifestar a glória e a graça de Deus que o Mestre Jesus revelou. Isso inclui sua paz, sabedoria, espírito, saúde e abundância.

Mas temos que reconhecer essa semente em nosso interior antes de oferecê-la ao próximo. Não podemos dar o que não temos.

Assim devemos primeiro reconhecer o Filho de Deus em nós.

O Natal teria pouco significado se acreditássemos que o Príncipe da Paz viveu dois mil anos atrás mas não está na terra hoje.

Essa Paz está na terra hoje, no coração, a Alma, na consciência de cada indivíduo, aguardando seu reconhecimento.

A paz que excede o entendimento está estabelecida dentro de nós e é liberada quando a reconhecemos em nossas meditações diárias.

Em segredo devemos nos retirar das atividades humanas para comungar com o Filho de Deus até que a paz nos envolva.

E quando isso ocorrer, nossos familiares e amigos naturalmente serão beneficiados de uma forma que nem sempre é possível compreender.

Assim, o Natal revela o Filho de Deus em nós.

Fonte:
GOLDSMITH, Joel S. Man Was Not Born to Cry, Acropolis Books

Homem perfeito

Você nunca verá o homem perfeito ou espiritual através do sentido material, então não tente. Conforme você aprende a desviar do sentido material, sua visão espiritual amplia e através desse sentido espiritual você contempla realidade. (GOLDSMITH, Joel Solomon. The Early Years, p. 119)

O erro dos tempos

O erro dos tempos é a ideia de buscar Deus, contatar Deus, comungar com Deus, orar para Deus, enquanto que, aquilo que está buscando e orando é a consciência divina rompendo e destruindo o sentido finito. (GOLDSMITH, Joel Solomon. The Early Years, p. 4)

Paz interior

Tenha a certeza de que, à medida que você se voltar para a consciência espiritual, encontrará a paz, e o seu dia-a-dia se tornará mais calmo. O mundo externo se amoldará à compreensão interior da Verdade. ( GOLDSMITH, Joel Solomon. O Caminho Infinito, p. 26)

 

O caminho

Há um caminho pelo qual podemos nos libertar do pecado, da doença, da pobreza e das consequências das guerras e das crises econômicas. Este caminho consiste na mudança da nossa visão materialística da existência pela compreensão e consciência da espiritualidade da vida. (GOLDSMITH, Joel Solomon. O Caminho Infinito, p. 25)