Sabedoria 37

Deus não está no cenário humano. Se você estiver cônscio do significado desta afirmação, poderá dar a própria vida e ressuscitá-la à vontade. (Joel S. Goldsmith)

Venham a mim

— Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, porque sou manso e humilde de coração; e vocês acharão descanso para a sua alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.

Mateus 11:28-30 NAA

Epidemias

Todo mal – aparecendo como insuficiência ou limitação, como uma condição climática que destrói, como infecção ou contágio, ou mesmo epidemias – é descuido, mas não é descuido de pensamento direcionado de um indivíduo: é o descuido universal que surge da crença em dois poderes. Sua proteção é viver em um poder, estar convencido que outro qualquer além da presença de Deus não é poder. Essa é sua proteção, e assim nenhum dos males do mundo podem vir para corromper ou criar uma mentira dentro de você. (GOLDSMITH, Joel Solomon. Realization Of Oneness, p. 154)

Livro Realization of Oneness

imagem livro Realization of Oneness
Realization of Oneness – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books

Desde que Jesus declarou, “Eu e o Pai somos um”, a ideia espiritual de unicidade se tornou um tema agraciado por todo professor de sabedoria mística. Realization of Oneness (Conscientização de Unicidade) apresenta com clareza princípios específicos para ajudar o buscador a remover toda barreira à experiência de unicidade e destrancar a porta para uma vida de plenitude.

A chave para conscientização de unicidade é o princípio do Caminho Infinito apresentado no capítulo “No And” (Não E). Aqui Goldsmith explica que estamos lidando com duas coisas. Uma é a verdade de Deus manifestando-Se, expressando harmonias infinitas. A outra é a aparência, sugestão ou queixa de um universo individual e separado de Deus, que se manifesta como erro de inúmeras maneiras – pecado, doença, morte, insuficiência e limitação de todos os tipos. Ao ver através da aparência, Goldsmith diz que a harmonia é revelada. Conforme ficamos em silêncio, aquietamos os sentidos e deixamos a percepção espiritual revelar a verdade do Ser, entramos num estado onde podemos descansar em Unicidade. Podemos experimentar a Consciência de Cristo que nos permite ver corretamente e perceber a ilimitada, infinita magnificência da verdadeira identidade de cada indivíduo.

Visto que a conscientização de unicidade é essencial para a prática de cura espiritual, Realization of Oneness também serve como um trabalho definitivo e prático de cura espiritual. Goldsmith expõe claramente os princípios de cura espiritual e mostra como eles podem ser aplicados em todas as áreas da experiência humana.

[Nota: Realization of Oneness é a coleção das Cartas do Caminho Infinito de 1964.]

Fonte:
Realization of Oneness – Joel S. Goldsmith – Acropolis Books (em inglês)

A palavra espiritual

A palavra espiritual não pode penetrar a mente humana, mas nós queremos e podemos ajudar o mundo a se elevar acima da guerra e da doença, sendo a luz dentro da nossa própria família, e não orando por eles ou tentando forçá-los a aceitar nosso modo de pensar, mas mantendo nossa paz interior e renunciando à guerra entre bem e mal, nos interiorizando e percebendo que é só na medida em que não resistimos ao mal que a paz da compreensão vem até nós. (GOLDSMITH, Joel Solomon. O Trovejar do Silêncio, p. 173)

Sabedoria 36

Vai a Deus como um vaso vazio, desejando preenchimento segundo as medidas e maneiras de Deus. (Joel S. Goldsmith)

João 14 10

Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu digo a vocês não as digo por mim mesmo, mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras. (João 14:10)

Sabedoria 34

O homem, julgando pelos padrões humanos, se queixa de que a prece não é atendida. Para se beneficiar da prece precisa se desfazer de todos os conceitos pessoais de bem. Não tente acomodar a oração atendida aos moldes dos desejos humanos. (Joel S. Goldsmith)

Apenas saiba, Eu Sou

Eu Sou é Luz.

O reflexo de pureza que Eu Sou é o Filho de Deus, divino. Este é o Eu que Eu Sou.

Como revelado por sábios da humanidade ao longo dos anos, o mundo que percebemos com a visão humana é um reflexo de nossa consciência de existência. Isso significa que as pessoas, coisas e situações ao nosso redor refletem o conceito que temos do “eu”.

Este “eu” é material, com imperfeições, uma mente, com discórdias ou é o Eu divino, pleno, sem necessidades físicas e mentais? Estamos com a atenção voltada para o homem que respira ou para a Luz que brilha em nosso interior? Basta olhar ao nosso redor e ver a resposta.

Vamos nos voltar para o momento presente, aqui e perceber a Vida como ela realmente é, sem interferências.

Um instante de silêncio, meio segundo de silêncio, de verdadeiro silêncio é o necessário para nos revelar a verdade a respeito de nossa identidade, sem palavras e também sem pensamentos.

Esta visão é a Luz que acaba com a escuridão e mostra que a perfeição já está aqui, agora e não é necessário fazer nada.

Apenas saiba, Eu Sou.

Eu Sou Eu

Desde o último artigo tenho testemunhado o que a percepção humana chamaria de momento difícil na vida de uma pessoa e por ter me identificado com essa percepção, fiquei totalmente sem inspiração o que me levou a parar de escrever por alguns meses. Peço desculpas aos amigos que seguem este blog por esta demora.

Estamos em um momento onde muitas tentações estão nos rondando e agora mais do que nunca devemos lembrar os ensinamentos do Caminho Infinito de Joel Goldsmith e colocá-los em prática.

O primeiro e mais importante princípio é o de que existe apenas um Ser infinito, apenas um Eu e Eu Sou Eu. Todas as vezes que utilizamos a palavra eu, desde o momento em que despertamos pela manhã até a noite quando dormimos, devemos nos lembrar que o pequeno eu que se refere a pessoa, a esse corpo, e que utilizamos na maior parte do dia é uma aparência no sonho da existência humana. Este corpo representa apenas nosso conceito de identidade, uma imagem que nos permite locomover neste plano. Este eu é uma percepção limitada devido ao nosso estado de consciência material e mental. É importante lembrar que tudo que percebemos com os sentidos humanos, incluindo este corpo e este mundo, está sob um véu de ilusão.

O Eu real, é o Pai em mim, o Cristo. Este é o Eu que Eu Sou, a Consciência, a Substância de tudo que existe, o Espírito que “não é deste mundo”. Este Eu é amor, saúde, suprimento e Único Poder. Temos que nos lembrar o dia todo dessa “verdade que nos liberta”.

Tem sido tentador acreditar num poder separado do Eu que Eu Sou, em acreditar em doença, pobreza, pecado, castigo, morte, em uma vida separada e afastada do Pai celestial. Vamos nos lembrar “Eu e o Pai somos um”.

Joel nos fala sobre rendição, sobre aquele momento em que percebemos que esse pequeno eu, dele próprio, não pode fazer nada, está num beco sem saída, no fundo do poço. Esse momento chega para todos aqueles que seguem um caminho espiritual, “todo joelho se dobrará”. Este momento é uma benção!

O sofrimento faz parte desse estado de consciência limitado que normalmente nos encontramos. Não temos nenhuma arma física ou mental para lutar contra o chamado erro e nem devemos querer lutar porque ele é apenas uma aparência. “Não resista ao mal”.

Então, vamos nos lembrar a todo instante que “Eu Sou Eu”, vamos “orar sem cessar” e perceber que o mundo das aparências não tem poder.

Um abraço e obrigado pela visita!

A raiz de todo mal

A raiz de todo mal é a mente carnal, ou a crença em dois poderes; e a crença de que há poder na doença, escassez, ou pecado é o hipnotismo causando toda discórdia no mundo.

Na medida que percebemos que em todo esse mundo não existe nada como bem ou mal como uma entidade, nós estamos sem mente carnal. Portanto, mesmo pensar ou dizer que alguma coisa, pessoa, ou condição é boa é permitir que a mente carnal nos controle. Existe somente um ser, uma essência, um poder, e é Consciência – Deus. Consciência não é boa ou má: Ela somente É. (GOLDSMITH, Joel Solomon. The Mystical I, localização Kindle 1639.)

Permaneça secretamente na verdade

Esta é a era na qual a verdade está se revelando em nós, para nós e através de nós. Esta é a era. Esta mensagem não é minha; eu não a inventei, não a descobri, e não a criei. Foi uma revelação, e está se movendo ao redor do mundo. Além disso, esta verdade que agora está sendo revelada na consciência está sendo revelada não apenas na minha consciência mas também na sua, e não apenas através da minha consciência mas também através da sua. Você não precisa dizê-la; você não precisa expressá-la; você não precisa pregar com ela. Você precisa apenas permanecer com ela. Permaneça com esta Palavra dentro de você, e você estará transmitindo-a no silêncio para todos aqueles receptivos a ela. Você, durante sua vida, talvez nunca saiba quem a recebeu. (GOLDSMITH, Joel Solomon. The Mystical I, p. 28).

Sabedoria 31

É impossível alcançar qualquer coisa através de Deus enquanto tivermos o desejo de encontrá-la. Deus é um Deus ciumento. (Joel S. Goldsmith)

imagem Sabedoria 31